A modernidade está atingindo a todos à sua volta. Antigamente, nunca pensaríamos que uma criança poderia abrir uma conta no banco sem ao menos completar 18 anos de idade. No entanto, os tempos são outros e agora, aprender sobre educação financeira pode começar desde os primeiros anos. Claro, os bancos digitais ao criarem essa opção, espera que os pais ou familiares da criança estejam presentes em todo o processo.

Seja no momento em que a conta for criada ou posteriormente, ter um adulto responsável ensinando desde muito jovem o valor do dinheiro, fará a criança crescer sabendo a importância em economizar e saber guardar o que foi ganho. Com essa atitude, os bancos esperam que essa nova geração passe a ser menos compulsiva na hora de comprar, pois afinal, será preciso pagar depois.

Essas contas digitais vão ser de grande ajuda na hora de impor metas para os filhos. Por exemplo, caso ele queira muito comprar um novo brinquedo, ensine-o que se ele guardar o dinheiro que for recebendo de familiares na conta, dentro de alguns dias ou semana, ele terá como comprar o item que lhe for desejado. Nesse momento, é preciso ter em mente que o mundo muda, e que a era do porquinho como sendo um cofrinho, está ficando cada vez mais ultrapassada.

Quais bancos digitais oferecem contas para crianças?

A expansão constante dos bancos no meio digital alavancou ainda mais no período de pandemia. Afinal, como estávamos em casa cumprindo à risca o isolamento social, tudo poderia ser resolvido pelo próprio celular para quem já era um cliente de algum banco nesse segmento. No entanto, em meio a tanto crescimento, alguns bancos digitais resolveram inovar ainda mais ao passar a oferecer serviços voltados para o público infantil.

Isso mesmo! Conhecido como Conta Kids, criado pelo banco Inter mais recentemente, visa ganhar o público mais jovem, em especial, as crianças. Além de ser totalmente digital, para abrir a conta ninguém precisa pagar nada, é totalmente gratuita e feita pelo celular dos pais ou responsável.

inter bancos digitais

Um dos melhores bancos digitais lança a Conta Kids. Fonte: Banco Inter

Quando questionada acerca do motivo que levou o banco Inter a seguir essa linha de investimento, a CMO Priscila Salles relatou que, “educação financeira é coisa séria e quanto mais cedo as crianças e adolescentes tiverem contato com esse universo, saberão o valor do dinheiro”.

Ou seja, se desde novas elas souberem o quanto custa para atingir cada meta, já irão chegar na fase adulta sabendo como funciona o mundo e que às vezes, não teremos como ter tudo aquilo que queremos, pois vão existir outras prioridades.

O banco Next, que pertence ao Bradesco, também lançou a sua conta voltada para crianças e adolescentes. Batizada como nextJoy, é totalmente gratuita e poderá ser aberta no conforto de casa, com o auxílio de um adulto. O foco do grupo Next é perpetuar a educação financeira desde a infância, para quando a fase adulta chegar, a nova geração não se perca ao começar a ganhar seu primeiro salário.

nextjoy bancos digitais

Uma outra alternativa de conta para crianças é o NextJoy. Fonte: Next

Como abrir uma conta digital para crianças?

Como já mencionamos no início, uma das maiores características dos bancos digitais é a sua praticidade na hora de abrir uma conta. Tudo o que você precisa é de internet e um aparelho celular. Se dentre os bancos citados acima você já possuir experiência com algum, opte por ele afinal, já sabe como todo o procedimento funciona. Caso nunca tenha tido acesso a nenhum deles, veja as opiniões de outros clientes e decida por aquele que mais se encaixa em seu perfil.

Após a instalação do aplicativo do banco escolhido, basta o adulto responsável o preenchendo os dados necessários até o momento em que receber a confirmação e aprovação da conta. Caso tenha optado pelo nextJoy, o Banco Next oferece para os adolescentes de 17 anos, um cartão de débito digital e também um físico, para que eles possam ganhar mais confiança no momento das compras.

Assim como o Next, o banco Inter também se preocupa com a independência da criança e do adolescente. Para os acostumar a efetuar compras no débito, a empresa manda para o endereço cadastrado, um cartão personalizado com o da criança, para que ela comece a sentir o peso da responsabilidade que está em suas mãos. Essa foi a forma encontrada pelos bancos digitais para ensinar sobre educação financeira a nova geração.